>>>I Simpósio Internacional da ANAMT: importância e legado de Ramazzini

I Simpósio Internacional da ANAMT: importância e legado de Ramazzini

No dia 1º de outubro, a ANAMT iniciou o I ANAMT International Symposium on Occupational Health & Safety. Na solenidade de abertura, participaram a presidente da ANAMT, Dra. Rosylane Rocha, o diretor de Relações Internacionais da Associação, Dr. Ricardo Turenko, o assessor da diretoria de Relações Internacionais, Dr. Ruddy Facci e o diretor científico da ANAMT, Dr. Francisco Fernandes. Também iniciaram as atividades do evento o presidente da ICOH, Dr. Juka Takala, e a presidente da ALSO, Dra. Viviana Gómez.

Em seguida, foi realizada a palestra ‘História e legado do médico italiano Bernardino Ramazzini’, proferida por Dr. Ruddy Facci. A atividade representou uma homenagem a todos os médicos do trabalho, antecipando a celebração do Dia do Médico do Trabalho, comemorado no dia 4 de outubro, data de nascimento de Ramazzini (1633-1714), considerado pai da especialidade.

Dr. Ruddy Facci destacou a trajetória profissional do médico italiano, autor do livro “As Doenças dos Trabalhadores”, publicado em 1700, uma das mais antigas obras sobre o tema. Observador, Ramazzini se interessou sobre a reclamação de um operário que limpava a fossa de sua casa. Ele sentia um incômodo nos olhos e, ao examiná-lo, constatou uma inflamação, o que o fez concluir sobre ligação entre a doença e aquela atividade específica. Foi a primeira constatação que ligava a doença a atividade laboral.

“Ramazzini previu há mais de 300 anos a necessidade de o médico ter um conhecimento integral do ambiente de trabalho. Ele deu esse enfoque no seu livro, falando que a inspeção e análise do ambiente de trabalho permitiria aos médicos conhecer os riscos, a doença e fazer a prevenção, o que é assim até hoje”, ressaltou o Dr Facci.

Ao longo da palestra, Dr Ruddy Facci enfatizou o grande legado do pai da medicina do trabalho que percorreu os séculos até o dia de hoje. Os estudos de Bernardino Ramazzini foram pioneiros em diversas áreas, como a necessidade de EPIs na atividade laboral; o conhecimento sobre a ergoftalmologia, ergonomia, higiene ocupacional, entre outros. Graças à inspiração de todo o conhecimento gerado pelo médico italiano, muitas instituições e universidade mundo afora foram fundadas com objetivo de tratar sobre saúde e prevenção dos trabalhadores, como a International Commission on Occupational Health (ICOH).

By | 2021-10-01T16:48:36-03:00 1 de outubro de 2021|Eventos|Comentários desativados em I Simpósio Internacional da ANAMT: importância e legado de Ramazzini