>>>ANAMT divulga artigo no jornal O Globo sobre Covid-19 e atuação da especialidade

ANAMT divulga artigo no jornal O Globo sobre Covid-19 e atuação da especialidade

A presidente da ANAMT, Dra. Rosylane Rocha, publicou um artigo na edição desta quarta (7) do jornal O Globo. O texto aborda a importância dos médicos do trabalho no combate à pandemia de Covid-19 em aspectos como atendimento primário, retomada das atividades presenciais, implementação do trabalho remoto e atuação da especialidade quando a vacina for disponibilizada.

O texto na íntegra está disponível abaixo:

Médicos do trabalho na pandemia de Covid-19

O médico do trabalho sempre foi fundamental na promoção da saúde e do bem-estar de milhões de brasileiros, já que a repercussão de sua atuação extrapola a população de trabalhadores de uma empresa e atinge também os familiares de cada profissional. Essa atuação na saúde pública e no atendimento primário ficou ainda mais evidente durante a pandemia de Covid-19.

Por atuarem em empresas de diferentes portes, inclusive em instalações afastadas dos centros urbanos, os médicos do trabalho representam o acesso mais próximo a atendimento de saúde para milhares de brasileiros. No momento mais crítico da pandemia, estes profissionais foram essenciais na orientação e atendimento prévio, avaliando sintomas, fazendo prescrições clínicas e colaborando para desafogar a rede pública.

Com a reabertura das empresas, foi fundamental a elaboração de um plano de contingenciamento minucioso, que reduzisse ao máximo as chances de transmissão do novo coronavírus. É o médico do trabalho o profissional indicado para avaliar os riscos de cada instalação de acordo com as atividades a serem desempenhadas, implementar medidas preventivas e traçar planos de condutas responsáveis de investigação de acidentes de trabalho, bem como formas acolhedoras e a adoção de medidas em caso de contágio nas empresas.

Estas preocupações continuarão mesmo quando a pandemia desacelerar, já que a suspensão do estado de calamidade pública não significa que o vírus deixará de circular. As medidas de proteção e controle continuarão sendo fundamentais para o trabalho seguro.

Neste contexto em que o trabalho remoto se impôs e demonstrou que pode ser, às vezes, tão eficiente quanto o presencial, muitas empresas já oficializaram a adoção prolongada do home office. Mas não é por estarem fora do escritório que os trabalhadores podem ficar desassistidos em sua saúde e bem-estar laboral. A missão do médico do trabalho torna-se mais complexa, já que no home office as estações de trabalho têm várias configurações. Como controlar e medir as variáveis ambientais em casa? Como oferecer condições e treinamento para que cada trabalhador exerça suas atividades com organização, de forma ergonômica e saudável? São os desafios a serem enfrentados.

Quando a vacina para a Covid-19 for disponibilizada, também caberão às empresas e ao médico do trabalho funções importantes. Garantir as condições para que todos os trabalhadores possam ser imunizados, combater a desinformação a respeito das vacinas e acompanhar a aplicação nos trabalhadores são algumas das tarefas necessárias.

Manifestamos aqui o reconhecimento pelo compromisso destes profissionais com a saúde do trabalhador, ressaltando sua corajosa e hipocrática conduta na linha de frente do enfrentamento da pandemia.

Rosylane Rocha é presidente da Associação Nacional de Medicina do Trabalho

By | 2020-10-07T11:59:51-03:00 7 de outubro de 2020|Institucional|Comentários desativados em ANAMT divulga artigo no jornal O Globo sobre Covid-19 e atuação da especialidade