>>>CFM pede que Ministério da Saúde retire do ar o aplicativo TrateCOV

CFM pede que Ministério da Saúde retire do ar o aplicativo TrateCOV

O Conselho Federal de Medicina (CFM) publicou uma nota nesta quinta-feira (21) em que afirma ter pedido ao Ministério da Saúde a retirada imediata do ar do aplicativo “TrateCOV”. A plataforma permite que profissionais de saúde reportem sintomas e orienta que iniciem o que a pasta chama de “tratamento precoce”, com a prescrição de medicamentos que não têm eficácia comprovada contra a Covid-19,

O CFM afirma que após uma análise feita por conselheiros e assessores técnicos e jurídicos sobre o aplicativo, alertou o Ministério da Saúde sobre inconsistências na ferramenta.

Segundo a nota do conselho, o aplicativo não preserva adequadamente o sigilo das informações, permite seu preenchimento por profissionais não médicos e assegura a validação científica a drogas que não contam com esse reconhecimento internacional.

A ferramenta também induz à automedicação e à interferência na autonomia dos médicos e não deixa clara a finalidade do uso dos dados preenchidos pelos médicos assistentes, alerta o CFM.

Leia a nota na íntegra clicando aqui.

By | 2021-01-21T14:26:07-03:00 21 de janeiro de 2021|Especial Coronavírus (COVID-19)|Comentários desativados em CFM pede que Ministério da Saúde retire do ar o aplicativo TrateCOV