>>>17º Congresso Nacional: palestra de abertura aborda desafios da especialidade

17º Congresso Nacional: palestra de abertura aborda desafios da especialidade

A Associação Nacional de Medicina do Trabalho (ANAMT) iniciou oficialmente seu 17º Congresso Nacional na noite desta quarta-feira, em Brasília (DF). Com o tema “Valores Essenciais Frente às Transformações do Trabalho: Hoje e Amanhã”, a palestra de abertura do evento abordou os desafios da especialidade nos próximos anos diante de uma população ativa impactada pela baixa empregabilidade, flexibilização de direitos e informalização do mercado de trabalho.

Em seu discurso, a presidente da associação, Dra. Marcia Bandini, abordou os avanços institucionais conquistados nos últimos três anos, em especial a aproximação com entidades estratégicas como o Conselho Federal de Medicina, Associação Médica Brasileira, no comitê gestor do Programa Trabalho Seguro e a defesa do banimento do amianto no Supremo Tribunal Federal.

Bandini também ponderou sobre o futuro da especialidade e o papel transformador do Médico do Trabalho na sociedade. “Não será fácil enfrentar a realidade brasileira nos próximos anos, especialmente em um cenário em que o trabalhador brasileiro fica cada vez mais exposto. É por isso que estamos reunidos aqui, porque podemos e precisamos ser agentes de transformação, de promoção de um trabalho que não seja adoecedor, que seja digno e saudável para todos”.

Também participaram da mesa de abertura do Congresso a ministra do Tribunal Superior do Trabalho, Delaíde Miranda Arantes, a coordenadora-geral de Saúde do Trabalhador do Departamento de Vigilância em Saúde Ambiental e Saúde do Trabalhador do Ministério da Saúde, Karla Freire Baêta, o presidente do Conselho Nacional de Saúde, Fernando Pigatto, a integrante do board ICOH 2018-2021 e editora da Revista Brasileira de Medicina do Trabalho (RBMT), Frida Fischer, a diretora Científica da ANAMT, Elizabeth Dias, a presidente da Associação Brasiliense de Medicina do Trabalho, Rosylane Rocha, o presidente da Associação Médica de Brasília, Ognev Cosac, e o diretor da Organização Internacional do Trabalho no Brasil, Martin Hahn.

Homenagem à Dra. Marcelle Cangussu

Durante a abertura, a Dra. Marcelle Cangussu foi homenageada. Médica do Trabalho, ela foi a primeira vítima identificada da tragédia de Brumadinho (MG), quando uma barragem da Vale se rompeu. A homenagem da ANAMT foi entregue à mãe da Dra. Marcelle, Mirelle Porto, pela presidente da Associação Mineira de Medicina do Trabalho, Walneia Moreira.

By | 2019-05-16T10:39:11-03:00 15 de maio de 2019|Eventos|Comentários desativados em 17º Congresso Nacional: palestra de abertura aborda desafios da especialidade