>>Rede de relações em um serviço de atendimento móvel de urgência: análise de uma equipe de trabalho

Rede de relações em um serviço de atendimento móvel de urgência: análise de uma equipe de trabalho

INTRODUÇÃO: Os profissionais que trabalham no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) lidam com situações extremas, as quais exigem altas demandas psicológicas.

OBJETIVO: Investigar as redes de relações entre trabalhadores do SAMU-Ceará, no Nordeste do Brasil.

MÉTODO: Trata-se de um estudo de caso de natureza qualitativa, em que foram feitas entrevistas semiestruturadas com uma equipe do SAMU-Ceará. Primeiramente, para traçar as redes de relacionamento, foram entrevistados três profissionais do serviço, entre médicos e enfermeiros. Com base nessas entrevistas, entrevistaram-se mais dois trabalhadores, que foram citados pelos entrevistados anteriores. Para a análise textual dos discursos obtidos, foi empregado o programa Interface de R pour lês Analyses Multidimensionnelles de Textes et de Questionnaires (iRaMuTeQ). As características estruturais da rede, como tamanho e densidade, foram conferidas pelos softwares UCINET 6.123 e NetDraw 2.38.

RESULTADOS: Os entrevistados estavam no serviço havia pelo menos um ano. As conexões configuradas com base nas entrevistas evidenciaram a inter-relação entre as redes dos entrevistados, e observamos a prevalência de vínculos fracos e desarticulados, muito embora dois dos entrevistados trabalhassem no mesmo setor. Na análise dos discursos, obtivemos três classes: 1) características do trabalho em equipe e sua forma peculiar de execução; 2) aspectos relacionais e subjetivos voltados para a administração; 3) natureza dos serviços prestados.

CONCLUSÕES: As redes sociais no SAMU-Ceará expressam um conjunto de colaboradores que se relacionam para responder às demandas dos usuários de maneira integrada, tentando respeitar a autonomia de cada um, contudo as redes revelam conflitos, ocasionando sofrimento psíquico no trabalho.

Palavras-chave: rede social; pessoal de saúde; serviços médicos de emergência; estresse psicológico; esgotamento profissional.

Leia o artigo na íntegra no site da Revista Brasileira de Medicina do Trabalho.

By | 2018-10-10T11:44:56-03:00 10 de outubro de 2018|Artigos|Comentários desativados em Rede de relações em um serviço de atendimento móvel de urgência: análise de uma equipe de trabalho