Em artigo, o presidente da Associação Paranaense de Medicina do Trabalho (APAMT), Dr. Guilherme Murta, aborda a importância da promoção da cultura da prevenção através do Abril Verde, iniciativa que marca o calendário nacional com a cor da segurança.

Os acidentes e doenças relacionados ao trabalho são cada vez mais frequentes e impactam não só a vida do trabalhador, mas toda uma cadeia que vai desde o empregador até o funcionário. Entre as possíveis consequências estão: malefícios para saúde do trabalhador, absenteísmo, sobrecarga de trabalho nos demais colaboradores,  custos indenizatórios, clima de trabalho desfavorável, insegurança para o labor e multas caso hajam inadequações em fiscalizações por órgãos públicos.

Segundo dados do Anuário Estatístico da Previdência Social de 2015, contabilizou-se em apenas um ano no Brasil mais de 620 mil acidentes e doenças do trabalho, mais de 11 mil incapacidades decorrentes desses acidente e mais de 2 mil óbitos. Infelizmente, sabe-se que a maior parte dos problemas de saúde relacionadas ao trabalho poderiam ser evitados ao empregar corretamente as medidas de segurança e cuidados com a saúde do trabalhador.

Neste cenário, a Associação Paranaense de Medicina do Trabalho (APAMT) apoia o movimento Abril Verde, criado com o intuito de conscientizar e orientar a sociedade para a importância da prevenção e cuidados com a saúde ocupacional. Apesar das ações em benefício da promoção à saúde e prevenção de doenças serem esperadas do médico do trabalho de forma contínua ao longo do ano, é interessante que a importância dessa atividade seja enfaticamente evidenciada à sociedade ao ser relacionada com uma campanha nacional de conscientização no mês de abril.

A escolha por este mês deve-se a duas datas relevantes para a saúde, com significado simbólico: em 7 de abril é celebrado o Dia Mundial da Saúde enquanto no dia 28 comemora-se o Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes do Trabalho, proposta pela OIT (Organização Internacional do Trabalho) a todos os países membros. A cor verde foi escolhida pela correlação com as atividades da área da saúde.

Promover e divulgar o mês Abril Verde como sinônimo de disseminação de uma cultura de prevenção a acidentes e doenças relacionadas ao trabalho é de extrema importância, afinal prevenção é um hábito que deve ser cultivado e lembrado constantemente.

Dr. Guilherme Murta, presidente da Associação Paranaense de Medicina do Trabalho. Mestre em Ensino em Ciências da Saúde Professor-Tutor do Curso de Especialização em Medicina do Trabalho da UFPR. Integrante do Núcleo de Diretrizes da ANAMT.

O Dr. Guilherme Murta é um dos palestrantes confirmados no XVIII Seminário Sul Brasileiro da ANAMT, que será entre 4 e 6 de maio, em Gramado (RS). Confira a programação completa do evento aqui.