Objetivo: Avaliar o impacto da carga de trabalho e de estresse sobre a satisfação profissional em profissionais do serviço de saúde mental. Método: Estudo transversal com amostra de 23 profissionais de saúde mental. Foram aplicados os instrumentos: Escala de Avaliação do Impacto do Trabalho em Serviços de Saúde Mental (Impacto‑Br), Escala de Avaliação da Satisfação da Equipe em Serviços de Saúde Mental (Satis‑Br) e um questionário sociodemográfico.

A pesquisa foi realizada em 2013. Resultados: 60,86% dos participantes eram do sexo feminino, com idade média de 36,48 anos. O escore de satisfação global foi de 3,16 (médio), e o escore de sobrecarga dos profissionais, de 2,33 (médio). O grupo com estresse apresentou menor grau de satisfação com o serviço do que o grupo sem estresse. Conclusão: Os dados obtidos com esta pesquisa demonstram que os profissionais que atuam na área da saúde mental sentem‑se de médio a pouco satisfeitos em relação à qualidade dos serviços oferecidos e ao trabalho realizado em equipe.

Os instrumentos se apresentaram adequados para avaliação dos processos de trabalho, fazendo com que haja confiabilidade nos dados e comparabilidade entre diferentes achados, o que possibilita, fundamentalmente, intervir nos processos de trabalho, tornando‑o, como se deseja, o melhor possível.

 Faça o download do artigo.